Importância do estudo nos dias de hoje
Postado: 1 março 2018 9:56h
Autor: Zaira Machado
Leia mais Textos espíritas 

Relembrando a preciosa página “Tens estudado?”, do Espírito Camilo, pela psicografia de José Raul Teixeira, afirmando que as pessoas perguntam muito e refletem pouco, querendo respostas prontas, pode-se constatar essa verdade, especialmente nos tempos modernos, em que os sites de busca respondem a tudo que se pergunta.

Embora se reconheça a grande utilidade e praticidade dessas ferramentas, necessário é que as respostas sejam estudadas, refletidas, comparadas com aquilo que já se conhece. E é nesse ponto que surge a dificuldade, pois, em geral, não se conhece, porque pouco se estuda e tudo se aceita, sem análise criteriosa.

Diante dessa realidade, o estudo sério, como nos propõe Kardec, no item VIII, da Introdução de “O Livro dos Espíritos”, é de grande valia para que o indivíduo saiba discernir, aprender a pensar e tirar suas próprias conclusões.

Não é por outra razão que a SEJ oferece oportunidade, para os que queiram conhecer e aprofundar o conhecimento da Doutrina Espírita, por meio de grupos de estudo, pautados nos programas do ESDE.

O ESDE – Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita – surgiu no Rio Grande do Sul, após uma série de mensagens do Espírito Angel Aguarod, pela médium Cecília Rocha, nos anos de 1976 a 1978. Em virtude de desvios doutrinários que surgiram no movimento espírita, Angel Aguarod vai dizer: “Estamos sendo alertados do plano Mais Alto sobre esse aspecto do nosso Movimento, pois dizem nossos superiores que, se não nos fizermos vigilantes nesse sentido, em pouco tempo o Movimento Espírita, embora conservando o nome, nada terá de Espiritismo”.

Em outro trecho, afirma: “Cabe, pois, aos espíritas, responsáveis pelo Movimento Espírita, uma ampla tarefa de divulgação das obras básicas da Doutrina, promovendo um estudo sistemático, com chamada de atenção para aspectos que estão colocados à margem, com graves prejuízos para a assimilação correta dos princípios e bases do Espiritismo e de sua missão. Recomendaríamos, portanto, o estudo de um plano amplo no sentido de esclarecer os mais responsáveis pela dinamização do Movimento Espírita, da importância do estudo, da interpretação e da vivência do Espiritismo”. (grifos nossos)

Logo depois, o Rio Grande do Sul dá início à campanha do ESDE. Em 1983, ela é lançada em nível nacional, pela Federação Espírita Brasileira, tendo à frente Cecília Rocha. Em 1985, chega ao Estado do Rio de Janeiro, quando um grupo de dedicados trabalhadores da antiga USEERJ (União das Sociedades Espíritas do Estado do Rio de Janeiro), hoje CEERJ (Conselho Espírita do Estado do Rio de Janeiro) viajou por todo o Estado levando a proposta do ESDE.

A SEJ mantém esse trabalho desde 1987 e segue, até hoje, proporcionando, aos corações interessados no conhecimento do Espiritismo, espaço fraterno de estudo, reflexão e vivência,  realizando o que nos diz Bezerra: “Daí extraindo o indispensável para estabelecer no íntimo o Reino dos Céus. Isto porque o Espiritismo é doutrina fácil de ser assimilada, simples na sua estrutura para ser compreendida, mas não vulgar para ser interpretada.”

Zaira Machado

 

Amanhecendo, começa o teu dia com alegria renovada e sem passado negativo, enriquecido pelas experiências que te constituirão recurso valioso para a vitória que buscas.

— Joanna de Ângelis, livro Episódios diários