Textos espíritas

As ações e os agentes

Autor: Hélcio Sampaio

Os meios de comunicação nos mostram, diariamente, as mazelas de um mundo ainda de expiações e provas. Pelo noticiário, tomamos conhecimento dos descalabros da política dissociada da ética, da violência nas cidades, das paixões inferiores e suas nefastas consequências e das guerras que ceifam milhares de vidas, relegando milhões de famílias ao luto e ao desabrigo.

Não raro nos indignamos e, ainda que por breves momentos, nos deixamos dominar pela ira e revolta, emitindo contra nossos irmãos, autores e corresponsáveis por esses crimes e misérias, pensamentos negativos, que se estendem do justo clamor por justiça a condenáveis sentimentos de vingança, embora não tenhamos a intenção de levá-la adiante.

[…] Leia mais


“Como poderei entender se alguém não me ensinar?”

Autor: Zaira Machado

“Como poderei entender se alguém não me ensinar?” – Atos, 8:31

Uma das grandes necessidades do homem, sem dúvida, é a aquisição de conhecimentos que possam lhe garantir, no mínimo, a sobrevivência e sustentabilidade, diante dos desafios que a vida lhe oferece. Isso está presente na criatura humana desde seu aparecimento na Terra e se desenvolve na proporção que avança na longa e difícil trajetória rumo  à condição de homem civilizado.

Nesse projeto de vida que cada um traz para ser construído por si mesmo, existem etapas que exigem esforço maior, de modo a se transpor barreiras que demandam conhecimentos prévios e que somente os instintos e os condicionamentos não atendem. […] Leia mais


Homossexualidade e o espiritismo

Autor: Sergio F. Aleixo

O espiritismo não trata de orientações sexuais para além da heterossexualidade, nem poderia; à época de sua formulação, os limites das ciências ainda bem estreitos eram para tanto. Kardec, porém, chegou a ensaiar instigante tese no artigo inaugural da sua Revista de jan/1866. Disse o mestre que o espírito se ressentiria da injunção do organismo, o que, segundo ele, poderia modificar o caráter, por conta da submissão às exigências do estado de encarnação. Essa influência não desapareceria logo após a morte; a alma não perderia, pois, instantaneamente, a despeito de já livre, seus gostos e hábitos terrenos. É assim que sucessivas encarnações num mesmo sexo poderiam levá-la a fixar caráter masculino ou feminino, cuja marca nela ficaria impressa. Só depois de […] Leia mais


O bom professor é aquele que sabe fazer perguntas

Autor: Marli Albertina

      Boas perguntas são as que estimulam nossa capacidade de reflexão, revelando nossas dúvidas, mas, sobretudo, nossa vontade de aprender. Não nos referimos à dúvida que nos deixa ao desalento, mas sim à que nos transforma. Hippolyte Léon Denizard Rivail, influente educador e discípulo de Pestallozzi, sob o pseudônimo de Allan Kardec, notabilizou-se como o codificador do Espiritismo. Na elaboração de “O Livro dos Espíritos”, a primeira obra da Doutrina Espírita, utilizou-se da técnica de perguntas, didaticamente organizadas e respondidas por uma equipe de Espíritos Superiores. […] Leia mais


As guerras e o mundo espiritual

Autor: João Fontoura

Muitas vezes o tema desperta interesse em pessoas cuja história pessoal ou familiar não tem qualquer passagem por guerras. No entanto, se pararmos para refletir, talvez identifiquemos, em nós mesmos, atitudes “belicosas” em relação a situações ou pessoas, na forma como lidamos com elas ou com […] Leia mais


A boa nova

Autor: Luiz Fernando Lopes

O significado de Boa Nova é notícia rica, notícia feliz, notícia alegre, novidade fortunosa que Jesus legou à humanidade por meio de seus ensinamentos para libertar os homens das aflições e padecimentos físicos e morais. A mensagem de Jesus, apesar de sua origem divina, sempre deve ser levada em conta no contexto histórico, social, cultural, econômico e religioso em que viviam os judeus. É fundamental destacar que Jesus era judeu e fiel seguidor dos preceitos divinos emanados da religião judaica. Não fundou nenhuma religião, […] Leia mais


1 2 3

Não te desesperes em vão, se te sentes excruciado por problemas e dores. Recorda-te de Jesus e deixa-te por Ele conduzir.

— Joanna de Ângelis, Página psicografada por Divaldo Franco